Manter o armário organizado é uma maneira de garantir praticidade ao escolher o que vestir. No entanto, um móvel abarrotado causa mais complicação do que contentamento. Sabe por quê? Você fica em dúvida, não consegue selecionar as peças que combinam e perde muito tempo. Na contramão desse processo, o guarda-roupa cápsula surge como uma proposta fashion bastante eficiente.

A ideia tem o objetivo de reduzir a quantidade de roupas e aproveitá-las melhor. Afinal, qual mulher nunca passou pela falsa impressão de não ter o que vestir? Por trás desse propósito de simplificação existe um objetivo ainda mais nobre: reduzir o consumo impulsivo.

Montar um guarda-roupa minimalista e versátil, de acordo com o seu corpo e as atividades do dia a dia, é bastante benéfico. Confira as dicas para criar o seu!

Qual a quantidade ideal de peças do guarda-roupa cápsula?

A finalidade do guarda-roupa cápsula é reduzir o número de peças ao priorizar o que é essencial. Refeito a cada estação, na troca de temporada é possível reorganizá-lo e guardar as vestimentas que não serão utilizadas nesse período.

Como cada pessoa tem uma rotina diferente, esse número pode variar. Entretanto, o ideal é que ele esteja concentrado entre 30 e 40 itens. O segredo é investir em roupas de qualidade e que ofereçam boa durabilidade para utilizá-las várias vezes e em diferentes épocas, já que algumas peças transitam facilmente entre as estações.

Outro detalhe que merece atenção é a proporção. Selecionar mais partes de cima garante a multiplicidade de produções. Por exemplo: 15 blusas, 9 calças e/ou pantacour, 2 vestidos, 3 saias e 2 casacos formam um montante perfeito de roupas para o trabalho, eventos e passeios.

Quais cores devem ser priorizadas?

O guarda-roupa cápsula deve combinar perfeitamente com a sua proprietária. Então, se as cores e as estampas fazem parte da sua rotina, você deve selecionar peças desse tipo, sem problema.

Contudo, devemos reconhecer que os tons neutros permitem mais variedade de combinações. Dessa maneira, lembre-se de escolher peças básicas para contrastar com outras mais chamativas ou formar looks sóbrios para determinadas ocasiões.

Sapatos e roupas íntimas estão incluídos nessa lista?

Quando dizemos que o ideal é formar um guarda-roupa cápsula com, no máximo, 40 itens, os sapatos estão incluídos nessa lista. Nove pares podem ser o suficiente para atender às suas necessidades.

Quanto às peças íntimas, elas não fazem parte dessa conta, da mesma maneira que as roupas de academia, pijamas e roupas de festa. Os acessórios como bolsas, brincos e colares também podem ser incluídos na lista. Eles são um ótimo artifício para mudar a cara de uma produção. Assim, fica mais fácil montar um armário compacto!

O guarda-roupa cápsula é a solução para acabar com aquela famosa indecisão quanto ao que vestir. Para obter sucesso é preciso selecionar peças que combinam entre si e permitem criar looks com propostas diferentes. Dessa forma, você não vai passar a impressão de estar sempre vestindo a mesma coisa. Que tal usufruir dos benefícios proporcionados pela mudança no estilo de vida e abandono do consumismo?

Aproveite e descubra quais são as peças que não podem faltar em um guarda-roupa inteligente!

Escreva um comentário